Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Estado español: De reformas fiscais e concertación social
07/04/2014Albert Recio Andreu
Apostar por rebaixas fiscais, como suxire o goberno, é continuar o vieiro da demolición de dereitos sociais, impedir unha restruturación profund...
O nó gordiano da esquerda
07/04/2014Emir Sader
Nas economías de mercado, o Estado, para implementar políticas de redistribución do ingreso, como contrapeso dos mecanismos de concentración do ...
Ucrânia: O acordo com o FMI conduz à mesma depressão que na Grécia
07/04/2014Jack Rasmus
A 27 de março de 2014, o FMI deu a conhecer as linhas mestras das condições para os seus empréstimos e outras medidas destinadas à economia ucr...
Medre das desigualdades: A súa meirande (e máis silenciada) causa
03/04/2014Vicenç Navarro
As causas das desigualdades son políticas e teñen que ver predominantemente co grao de influencia política que os propietarios do capital teñen ...
10 factos chocantes sobre os Estados Unidos
03/04/2014António Santos
São mais os países do mundo em que os EUA já intervieram militarmente do que aqueles em que ainda não o fizeram. Números conservadores apontam ...
Referendo en Crimea
19/03/2014Jacques Sapir
Opinión
28/3/2014 Bibiana Medialdea
Segundo datos do Ministerio de Emprego, a partir de 2009 o crecemento salarial non alcanza o dos prezos, polo que a capacidade adquisitiva da poboación asalariada retrocede desde aquela. Ao que dá comezo a crise, as regras do xogo mediante as que habitualmente se reparten os resultados da dinámica económica dan a volta. Teñamos en conta que durante os mal chamados anos do boom da economía e...
20140328_imperialismo.USA.jpg
As duas vias para a construção-do-império do século XXI através-de-terceiros são ilustradas pela violenta tomada de poder na Ucrânia por uma junta, apadrinhada pelos EUA, e pelos ganhos eleitorais de Alvaro Uribe, o senhor da guerra colombiana, protegido pelos EUA. Vamos descrever a 'mecânica' da intervenção dos EUA na política interna destes dois países e os seus profundos efeitos ...
Cualificar o referendo de ilegal desde o punto de vista da lei ucraína constitúe en consecuencia unha perfecta imbecilidade e pon de relevo a incomprensión absoluta dos principios do dereito por parte dos dirixentes que utilizan o devandito argumento. Os resultados do referendo confirmaron o desexo da maioría da poboación de Crimea de se incorporar a Rusia. Tamén confirmaron a incapacidade ...
Se a Escócia conseguir a independência, e seus líderes tiverem coragem, seria possível romper com o neoliberalismo. Na Inglaterra, não havia nenhuma força desde baixo para enfrentá-lo. As pessoas se sentiram derrotadas, desmoralizadas, e sentiram que aqueles em que haviam confiado durante muito tempo os haviam traído. Dessa forma, a maneira como as pessoas enfrentaram é pela direita. - Os...
17/3/2014 Pedro Guerreiro // Avante
A evolução da situação actual na Ucrânia é incerta e evolui com rapidez. O perigoso processo posto em marcha com o golpe de estado, assim como a ingerência e a estratégia ofensiva dos EUA e da UE que estão na sua origem, são os primeiros e principais responsáveis pela grave agudização e imediatos desenvolvimentos da situação neste país. Não será possível compreender os recentes...
20140317_Imperialismo.USA.jpg
O regime Obama, em coordenação com seus aliados serviçais, relançou uma virulenta campanha de âmbito mundial para destruir governos independentes, cercar e finalmente subverter competidores globais, e estabelecer uma nova ordem mundial centrada nos EUA-UE. Prosseguiremos com a identificação dos "ciclos" recentes da construção do império estado-unidense; os avanços e recuos; os métodos...
cig.prensa@galizacig.com