Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
De novo o Iraque
26/06/2014Albano Nunes
De novo o Iraque. De novo um misterioso bando de «terroristas», semeando a morte e a destruição. De novo a orquestração de dramáticos apelos ...
Suplementos territoriais nos recibos eléctricos
26/06/2014Fernando Branco Parga
O Tribunal Supremo vén de sentenciar que nas peaxes do sistema eléctrico se deberían incluír os diferentes suplementos territoriais. Efectivame...
O destino do Iraque
20/06/2014Luís Carapinha
Aferrados a uma ordem económica injusta e decadente os EUA prosseguem a cavalgada de fragmentação de territórios e destruição das soberanias ...
A outra cara do Mundial de Fútbol
20/06/2014Vicenç Navarro
A gran pobreza do sector público no Brasil, xunto coas exuberantes riquezas, explica a explosión social. De aí a enorme protesta, que non é a pr...
Europa: alternativas à crise
17/06/2014Éric Toussaint
Repartir de outra maneira a riqueza produzida constitui a melhor resposta à crise. A parte destinada aos assalariados nas riquezas produzidas baixo...
As eleições na União Europeia
16/06/2014John Catalinotto
economía
4/10/2013 Juan Torres López
O que hai detrás do “peche” do goberno estadounidense é que o capitalismo chegou ao paroxismo. Non é que os ricos non queiran goberno senón que o queren só para eles. Manteñen o exército e manteñen as axudas fiscais que van a eles e os apoios multimillonarias aos bancos e ás grandes empresas.  O chamado “peche” do goberno de Estados Unidos pódese interpretar e avaliar de mo...
4/10/2013 Antonio Antón
O plan do Executivo da dereita, amparado pola política liberal conservadora dominante na UE, está enmarcado na súa política de austeridade e recortes dos dereitos sociolaborais e servizos públicos; baséase no suposto falso da non sostibilidade do sistema público de pensións, e aposta pola reestruturación regresiva do Estado de benestar.  A reforma do sistema de pensións proposta po...
O BCE está organizado para os Estados vergarem a sua soberania ao peso da dívida, constituindo uma reserva de mão-de-obra barata e sem reivindicações significativas de forma a garantirem a competitividade da UE no processo de “globalização” imperialista. O endividamento do Estado é um alibi para impor esta estratégia assegurando a perpétua obtenção de rendas financeiras, através d...
4/10/2013 António Santos // Avante
Desde 2008 que o governo dos EUA destinou de mais de 700 mil milhões de dólares ao resgate dos maiores bancos e empresas. Ao mesmo tempo, impingia cortes draconianos aos subsídios de alimentação, saúde e reforma. Mas nem assim a mão invisível de Smith se moveu e a economia não exibiu os sinais de recuperação previstos.  Depois de duas semanas de celeuma e farsa no Congresso, a câ...
1/10/2013 Éric Toussaint // CADTM
O Banco Mundial e o FMI representan uns instrumentos despóticos en mans dunha oligarquía internacional (unhas poucas grandes potencias e as súas sociedades transnacionais) que reforza o sistema capitalista internacional, destrutor da humanidade e da natureza. Hai que denunciar as nefastas accións do Banco Mundial e do FMI co obxectivo de terminar con elas. As débedas das que estas institució...
1/10/2013 Salim Lamrani // Vermelho
O novo modelo econômico cubano, baseado na planificação, com uma política de preços centralizada, com a proibição da concentração de riqueza, com um salário mínimo e um salário máximo e a proteção de todas as categorias da população, particularmente das mais vulneráveis (não houve dispensas massivas), é, sem dúvida, socialista. Mas se adapta à sua época baseando-se na filoso...
30/9/2013 Emir Sader // Página 12
20130930_reunion.paises.ALBA-2013.jpg
America latina non podía funcionar. Foi creada polos colonizadores para non funcionar, para ser eternamente subalterna ao mundo “civilizado”. Para lle entregar as súas materias primas e a súa forza de traballo superexplotada e honrar os seus señores europeos. América latina foi colonizada para ser colonia e sentirse colonizada e supeditarse ás metrópoles e ao Imperio.  Aínda mái...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com