Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
As ajudas massivas dos bancos centrais aos grandes bancos privados
29/08/2014Éric Toussaint
A partir de 2007, os governos e os bancos centrais dos países ocidentais mais industrializados, mergulhados na maior crise económica desde os anos...
Ucrânia: derrota e perspectiva
29/08/2014Jacques Sapir
A insurreição não será esmagada militarmente. Deste ponto de vista, a insurreição venceu. Kiev não dispõe mais de reservas suficientes para...
A fúria do Imperador: o caos tomará o mundo!
29/08/2014James Petras
Reina o caos em África, no Médio Oriente, na América Central e em Detroit. Toda a fronteira dos EUA com o México se tornou um centro militar de ...
Sete argumentos contra a Renda Básica Universal e a favor do Traballo Garantido
28/08/2014Eduardo Garzón Espinosa
Moito mellor que outorgarlle un ingreso fixo a todos os cidadáns é outorgarlle o dereito a traballar se así o desexan (se non o desexan ou non po...
A épidemia de ébola: Unha mostra máis da crise sistémica do capital
28/08/2014África Pineda
A epidemia de Ébola é unha mostra máis desta grave crise mundial do sistema capitalista que quere -e non pode- saír da lameira para seguir co co...
O novo futuro de Palestina
26/08/2014Txente Rekondo
Ofensiva global NATO
26/08/2014Manlio Dinucci
Ébola, o novo negocio das farmacéuticas
22/08/2014Marcos Roitman Rosenmann
capitalismo
7/11/2013 Umberto Martins // Vermelho
Vivemos ainda sob o signo de uma das maiores crises da história do capitalismo, equiparável à Grande Depressão iniciada em 1929 nos Estados Unidos. A atual também começou nos EUA, no final de 2007, logo contagiou o resto do mundo e teve forte impacto na Europa.  A classe trabalhadora é, de longe, a sua principal vítima. Em contraste, os mais ricos, os bilionários, embora responsáve...
O de Lampedusa non só é unha vergoña para a humanidade, senón que é algo peor: é un crime, que forma parte dun auténtico xenocidio contra os pobres. Este feito non é ningún accidente desgraciado, senón un resultado previsíbel do funcionamento do capitalismo actual, como se confirmou días despois con outro naufraxio case no mesmo sitio.  O 3 de outubro naufragou preto de Lampedusa...
A zona em que o Euro foi imposto como moeda única hoje está claramente em dificuldade profunda, ameaçadora, provocando entre as populações inquietações gravosas. Generaliza-se a exigência de nos desembaraçarmos do fardo de pressões associados ao Euro.  Chegou o momento de olhar de frente as causas desta situação. Estas ultrapassam amplamente as origens que são geralmente admitid...
Tanto a natureza conservadora e não democrática da UE como o papel imperial da Alemanha tornaram-se perfeitamente claros desde o irromper da crise da eurozona três anos atrás, quando a Grécia, com seu elevado défice orçamental e dívida pública inchada, foi excluída dos mercados internacionais de crédito procurou refúgio num acordo intermediado pela UE e o Fundo Monetário Internacional...
21/10/2013 James Petras // resistir.info
20131021_eeuu_acordo.fiscal.jpg
Os beneficiários principais e imediatos do aumento do tecto da dívida são os ricos, possuidores de títulos; os beneficiários a médio e longo prazo são os construtores do império militar e de inteligência que podem continuar a obter mais de US$700 mil milhões por ano de verbas do orçamento. Os principais perdedores estratégicos da elevação do tecto da dívida serão as centenas de mil...
Desde o Plano Marshall na Europa, os círculos políticos funcionam baseados na ideia de que os empréstimos internacionais são fatores fundamentais de desenvolvimento. Nos últimos 69 anos, o Banco Mundial baseou-se nessa premissa, fazendo do endividamento dos países a chave para o seu desenvolvimento.  No momento em que se realiza em Washington a reunião anual do FMI e do Banco Mundial,...
18/10/2013 Ângelo Alves // Avante
A forma como a UE olha para os imigrantes é um dos exemplos mais gritantes e as notícias da semana passada da morte de centenas de seres humanos no Mediterrâneo ao largo de Lampedusa são a prova de uma autêntica guerra contra gente que foge da pobreza, da fome, ou da guerra (fomentada e levada a cabo pela própria UE), como é o caso dos refugiados e imigrantes oriundos da Líbia.  Trê...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com