Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
As ajudas massivas dos bancos centrais aos grandes bancos privados
29/08/2014Éric Toussaint
A partir de 2007, os governos e os bancos centrais dos países ocidentais mais industrializados, mergulhados na maior crise económica desde os anos...
Ucrânia: derrota e perspectiva
29/08/2014Jacques Sapir
A insurreição não será esmagada militarmente. Deste ponto de vista, a insurreição venceu. Kiev não dispõe mais de reservas suficientes para...
A fúria do Imperador: o caos tomará o mundo!
29/08/2014James Petras
Reina o caos em África, no Médio Oriente, na América Central e em Detroit. Toda a fronteira dos EUA com o México se tornou um centro militar de ...
Sete argumentos contra a Renda Básica Universal e a favor do Traballo Garantido
28/08/2014Eduardo Garzón Espinosa
Moito mellor que outorgarlle un ingreso fixo a todos os cidadáns é outorgarlle o dereito a traballar se así o desexan (se non o desexan ou non po...
A épidemia de ébola: Unha mostra máis da crise sistémica do capital
28/08/2014África Pineda
A epidemia de Ébola é unha mostra máis desta grave crise mundial do sistema capitalista que quere -e non pode- saír da lameira para seguir co co...
O novo futuro de Palestina
26/08/2014Txente Rekondo
Ofensiva global NATO
26/08/2014Manlio Dinucci
Ébola, o novo negocio das farmacéuticas
22/08/2014Marcos Roitman Rosenmann
Unión Europea
A União Europeia é um barco à deriva no qual não há acordo sequer sobre o tipo de salva-vidas a usar em caso de naufrágio. Na reunião dos ministros de finanças europeus, em Dublin, ficou claro que Chipre terá que se virar como puder com sua crise e que o esforço se concentrará em evitar o contágio sem que se avance um centímetro na questão central do problema: o crescimento econômic...
12/3/2013 Éric Toussaint // CADTM
O patronato que orienta as ações dos governos quer levar a cabo a maior ofensiva à escala europeia contra os direitos económicos e sociais conquistados após a Segunda Guerra Mundial. Desse ponto de vista, as políticas implementadas nos últimos anos foram bem sucedidas. Com as políticas de austeridade que aumentam o desemprego conseguiram aumentar ainda mais a precariedade dos trabalhadores...
Desde 2003 que a UE tem estado envolvida em missões militares em mais de 19 países de três continentes: Bósnia, Macedónia, Ucrânia, Moldóvia, Geórgia, Palestina, Kosovo, Guiné-Bissau, Somália, Sudão, Chade, República Central Africana, República Democrática do Congo, Uganda, Líbia, Iraque, Indonésia, Afeganistão e Mali.  Desde a sua origem que a UE foi, pelo menos em parte, u...
24/1/2013 Maurício Miguel // Avante
As contradições entre as principais potências da UE agudizam-se. O braço de ferro entre elas acentua-se. Neste período de aprofundamento da crise na e da UE, o processo de concertação e rivalidade entre elas eleva-se a um patamar superior. Os mais recentes desenvolvimentos na zona euro, o plano de «reforçar» a União Económica e Monetária (UEM) e a discussão sobre o quadro financeiro ...
10/1/2013 João Ferreira // Avante
Diz o Tratado – e quer a troika colaboracionista que passe a dizer também o ordenamento jurídico nacional – que quando a dívida pública ultrapassar os 60 por cento do PIB, o país fica obrigado a reduzi-la a uma taxa média de um vigésimo por ano. Pretende-se assim manter ou mesmo intensificar o processo de extorsão de recursos nacionais, garantindo a sua canalização para os detentores...
O endurecemento das condicións para pedir empréstitos e a vaga de leis europeas que prescriben as políticas neoliberais desencadearon un ataque sen precedentes no estado do benestar e a democracia en Europa. Pode a situación ir aínda a peor? Atendendo ás propostas de unión fiscal e maior integración económica, parece claramente que si.  Desde o estourido da crise en Europa en 2010, ...
Os empréstitos do presente son os recortes sociais do futuro; así de tortas son as liñas cos que escribe a troika os seus pactos mefistofélicos e só desa forma pode cualificarse a reestruturación chegada desde Bruxelas este día cargada de argumentos para a indignación.  Velaquí o tan agardado rescate bancario e, como non podía ser doutra forma, chega dando unha nova volta de parafu...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com