Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
As ajudas massivas dos bancos centrais aos grandes bancos privados
29/08/2014Éric Toussaint
A partir de 2007, os governos e os bancos centrais dos países ocidentais mais industrializados, mergulhados na maior crise económica desde os anos...
Ucrânia: derrota e perspectiva
29/08/2014Jacques Sapir
A insurreição não será esmagada militarmente. Deste ponto de vista, a insurreição venceu. Kiev não dispõe mais de reservas suficientes para...
A fúria do Imperador: o caos tomará o mundo!
29/08/2014James Petras
Reina o caos em África, no Médio Oriente, na América Central e em Detroit. Toda a fronteira dos EUA com o México se tornou um centro militar de ...
Sete argumentos contra a Renda Básica Universal e a favor do Traballo Garantido
28/08/2014Eduardo Garzón Espinosa
Moito mellor que outorgarlle un ingreso fixo a todos os cidadáns é outorgarlle o dereito a traballar se así o desexan (se non o desexan ou non po...
A épidemia de ébola: Unha mostra máis da crise sistémica do capital
28/08/2014África Pineda
A epidemia de Ébola é unha mostra máis desta grave crise mundial do sistema capitalista que quere -e non pode- saír da lameira para seguir co co...
O novo futuro de Palestina
26/08/2014Txente Rekondo
Ofensiva global NATO
26/08/2014Manlio Dinucci
Ébola, o novo negocio das farmacéuticas
22/08/2014Marcos Roitman Rosenmann
Unión Europea
13/4/2012 Rui Paz // Avante
Convém não esquecer que todo o processo de integração da UE tem fugido da democracia como o diabo da cruz. Quantas decisões importantes foram tomadas no silêncio dos gabinetes, proibindo-se referendos e consultas populares? Quantos processos eleitorais em que os eleitores votaram contra as propostas da UE foram repetidos até o resultado bater certo com os objectivos desejados?  Uma pa...
Numerosas experiências recentes a Sul mostraram que a reconquista de elementos de soberania nacional – monetária, entre outras – e o voluntarismo político perante os diktat dos mercados financeiros abriram margens de manobra que permitiram a esses países sair de situações económicas dramáticas provocadas em larga medida pelo próprio funcionamento – injusto e inaceitável – do sist...
10/2/2012 Inês Zuber // Avante
Hoje, no Irão, é o pretenso perigo de desenvolvimento de armas nucleares – nunca confirmado pela Agência Internacional de Energia Atómica – que tenta justificar, por parte dos EUA e UE, a imposição de sanções e de movimentações militares provocatórias. Mas como a história nos ensina e nos torna previdentes, temos por certo que, para lá de evidentes interesses geoestratégicos no c...
8/2/2012 Anton Borja // Gara
A presumíbel creba de Grecia, o empeoramento da situación no Estado español e a constante deterioración de Italia debuxan un escuro panorama que o cambio euro-dólar favorábel ao euro non vai poder aliviar.  Os prognósticos do FMI para a economía europea son sombríos para 2012 e mesmo para 2013. A recesión na que entraron as economías belga, francesa, italiana e española, xunto co...
A crise lançou muitas sombras sobre o futuro do euro. Parece evidente que, nas condições atuais, a moeda europeia é amplamente vantajosa para a Alemanha, mas não serve aos interesses dos povos que habitam a região.  A chanceler alemã, Angela Merkel, disse nesta terça-feira, 7, que o impacto da saída da Grécia da zona do euro seria "incalculável" e reafirmou a determinação de man...
As crises financeiras, quando são globais, exprimem a confrontação entre os grandes actores capitalistas financeiros que lutam pela configuração da nova ordem mundial. A confrontação entre blocos de poder constitui o fundo da crise actual, a qual se verifica quando no núcleo financeiro do poder mundial começa a emergir uma nova fracção que se transformou em outra forma de capital, mais ...
19/1/2012 Ilda Figueiredo // Avante
20120119_europa.tratato.jpg
Está a decorrer, em processo acelerado e quase secreto, a elaboração do novo projecto de tratado, agora dito internacional, decidido pelo Conselho Europeu de 8 e 9 de Dezembro passado. Recorde-se que a oposição do Reino Unido, que não faz parte da zona euro, remeteu o novo acordo para os países da zona euro e para os que, voluntariamente, se quiserem associar ao processo.  Querem que...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com