Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
As ajudas massivas dos bancos centrais aos grandes bancos privados
29/08/2014Éric Toussaint
A partir de 2007, os governos e os bancos centrais dos países ocidentais mais industrializados, mergulhados na maior crise económica desde os anos...
Ucrânia: derrota e perspectiva
29/08/2014Jacques Sapir
A insurreição não será esmagada militarmente. Deste ponto de vista, a insurreição venceu. Kiev não dispõe mais de reservas suficientes para...
A fúria do Imperador: o caos tomará o mundo!
29/08/2014James Petras
Reina o caos em África, no Médio Oriente, na América Central e em Detroit. Toda a fronteira dos EUA com o México se tornou um centro militar de ...
Sete argumentos contra a Renda Básica Universal e a favor do Traballo Garantido
28/08/2014Eduardo Garzón Espinosa
Moito mellor que outorgarlle un ingreso fixo a todos os cidadáns é outorgarlle o dereito a traballar se así o desexan (se non o desexan ou non po...
A épidemia de ébola: Unha mostra máis da crise sistémica do capital
28/08/2014África Pineda
A epidemia de Ébola é unha mostra máis desta grave crise mundial do sistema capitalista que quere -e non pode- saír da lameira para seguir co co...
O novo futuro de Palestina
26/08/2014Txente Rekondo
Ofensiva global NATO
26/08/2014Manlio Dinucci
Ébola, o novo negocio das farmacéuticas
22/08/2014Marcos Roitman Rosenmann
Grecia
A esquerda europea debería aprender da esquerda latinoamericana, que rexeitou calquera tipo de integración económica con Estados Unidos en forma de proxecto imperialista, e rexeitar totalmente a integración da UE, polo feito de ser un proxecto alemán e das grandes empresas Como seguro xa sabedes, as duras medidas de austeridade en Grecia comezaron hai catro anos, en maio de 2010. Medio ano a...
19/8/2014 Éric Toussaint // CADTM
A injustiça com que o povo grego é tratado (assim como outros povos cujas autoridades seguem as recomendações da troika) deve despertar a consciência de parte da opinião pública. Mas não tenhamos ilusões, as razões que levaram as potências ocidentais a tratarem a Alemanha Ocidental como trataram, depois da Segunda Guerra Mundial, não se colocam no caso da Grécia Os Estados Unidos pro...
30/4/2014 Sonia Mitralias // Esquerda
Um terço da população grega não tem segurança social. 40% não tem acesso ao sistema público de saúde. Pela primeira vez desde a Segunda Guerra Mundial, regista-se o aumento da mortalidade dos recém-nascidos. Na Grécia, os direitos adquiridos constituem hoje uma lembrança longínqua. Durante estes últimos quatro anos, padecemos na Grécia de uma política que tem consequências trág...
Tanto a natureza conservadora e não democrática da UE como o papel imperial da Alemanha tornaram-se perfeitamente claros desde o irromper da crise da eurozona três anos atrás, quando a Grécia, com seu elevado défice orçamental e dívida pública inchada, foi excluída dos mercados internacionais de crédito procurou refúgio num acordo intermediado pela UE e o Fundo Monetário Internacional...
18/9/2013 Antonio Cuesta // Rebelión
Segundo a oficina de estatísticas de Grecia (Elstat) os ingresos do país diminuíron un 75% con respecto ao comezo da crise (en 2008) e sitúanse nos niveis de 2002, cunha forte redución do investimento, o consumo interno e a produción industrial. Os salarios reducíronse un 32% con respecto a 2008...  Mentres o goberno se debate entre resistirse (mais como?) a novas imposicións de reco...
20130716_peche.tv.grecia.jpeg
As políticas econômicas impostas pela manutenção do euro ainda são compatíveis com as práticas democráticas? A televisão pública grega foi criada no fim de uma ditadura militar. Sem autorização do Parlamento, o governo que executa em Atenas as ordens expressas da União Europeia (UE) escolheu substituir o canal por uma tela preta.  Enquanto espera que a Justiça grega suspenda a...
4/4/2013 Michel Husson
Os dirixentes europeos daban mostras ultimamente dun optimismo obsceno ao afirmar que a crise das débedas estaba agora baixo control, esquecendo o prezo que hai que pagar para “dar acougo” aos mercados financeiros, isto é, o saqueo de países enteiros, en particular de Grecia. O choque chipriota demostra, porén, que nada está feito e que a troika está disposta a levar ao absurdo a violenc...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com