Portada
Temas
Confederal
Sectores
Entrevistas
Opinion
Multimedia
Contacta
 
Artigos de opinión
Estado español: De reformas fiscais e concertación social
07/04/2014Albert Recio Andreu
Apostar por rebaixas fiscais, como suxire o goberno, é continuar o vieiro da demolición de dereitos sociais, impedir unha restruturación profund...
O nó gordiano da esquerda
07/04/2014Emir Sader
Nas economías de mercado, o Estado, para implementar políticas de redistribución do ingreso, como contrapeso dos mecanismos de concentración do ...
Ucrânia: O acordo com o FMI conduz à mesma depressão que na Grécia
07/04/2014Jack Rasmus
A 27 de março de 2014, o FMI deu a conhecer as linhas mestras das condições para os seus empréstimos e outras medidas destinadas à economia ucr...
Medre das desigualdades: A súa meirande (e máis silenciada) causa
03/04/2014Vicenç Navarro
As causas das desigualdades son políticas e teñen que ver predominantemente co grao de influencia política que os propietarios do capital teñen ...
10 factos chocantes sobre os Estados Unidos
03/04/2014António Santos
São mais os países do mundo em que os EUA já intervieram militarmente do que aqueles em que ainda não o fizeram. Números conservadores apontam ...
Referendo en Crimea
19/03/2014Jacques Sapir
guerra
17/3/2014 // Vermelho
Há exatos três anos, entre os dias 15 e 16 de março, tinha início o conflito interno na Síria, que logo se transformou numa operação intervencionista por parte dos Estados Unidos, Reino Unido, França e forças regionais como Israel, Arábia Saudita, Turquia e Catar. Durante três anos, estas potências imperialistas e forças reacionárias locais apoiam com armas e dinheiro grupos de merc...
No início do seu segundo mandato, o presidente Obama anuncia que «os Estados Unidos estão a virar a página». Mas a página seguinte é também uma página de guerra. A nova estratégia prevê o uso de forças armadas mais flexíveis e capazes de movimentar-se rapidamente, dotadas de armas cada vez mais sofisticadas no plano tecnológico.  O “democrata” Obama, que se apresentou como ...
A crise sistémica mundial veio adicionar mais um ingrediente fundamental para a política agressiva do imperialismo. Desesperado diante da dramática situação económica, da recessão, do desemprego crónico e dos protestos que estão ocorrendo pelo mundo contra a os ajustes determinados pelo capital, o governo norte-americano vem realizando provocações contínuas contra o Irã, a Coreia do N...
20130924_obama.armas.jpg
As últimas semana foram decepcionantes para o Governo Obama. Na frente interna, recomeçou o choque com o Congresso Americano sobre o orçamento público, com tal virulência que o presidente acusou a oposição republicana de “extorsão”. No plano das relações internacionais, os EUA viram-se paralisados tanto pela recusa da opinião pública em aceitar mais uma guerra “encomendada”, qu...
Nunca antes uma tentativa para espalhar a febre da guerra entre o povo do país caiu de modo tão chato como a actual tentativa de Washington para angariar apoio aos ataques dos mísseis de cruzeiro. O movimento antiguerra deve ter isto em consideração como um sinal para alargar o apelo às massas, revoltadas com 12 anos de guerra e cinco anos de crise económica constante.  Aconteceu quan...
20130916_siria.bandeira.jpg
Do acordo, todos saem contentes, menos os opositores internos, que contavam com o enfraquecimento do governo de Assad para tentar reverter uma situação de guerra em que claramente estão sendo derrotados. Alguns aliados da região – como a Turquia, a Arábia Saudita, o Kuait – também não viram com bons olhos, mas não têm autonomia para agir por conta própria.  Quando um não quer,...
10/9/2013 Juan Torres López
As últimas guerras de Iraq ou Afganistan ou as que a menor escala se desenvolven noutros lugares do mundo teñen a súa orixe, cada vez con menos disimulo, en intereses económicos. Pero, ademais diso, o que ocorre no capitalismo é que a guerra e o gasto militar non só serven a intereses económicos senón que se converteron nun interese económico en si mesmos.  Moita xente identifica o ...
Engadir ao calendario
cig.prensa@galizacig.com